24 de abr de 2011

Oficina Poesia falada, com Lúcia Santos





Promovida pelo projeto Cidade Poema (www.cidadepoema.com) e pela FestiPoa Literária, a Oficina de Poesia Falada, com Lúcia Santos, ocorre de 02 a 04 de maio, das 14h30min às 17h30min, no Espaço Cultural da Casa dos Bancários (SindBancários - Rua General Câmara, 424). Ao longo dos três encontros, cada participante vai trabalhar um poema, a partir de escolha pessoal ou de material pré-selecionado apresentado pela ministrante. Lúcia Santos vai orientar a interpretação dos poemas e, no encerramento, ela e os alunos fazem apresentação para convidados da FestiPoa e do projeto Cidade Poema. São 15 (quinze) vagas, e o valor da inscrição é de R$ 130,00 (ou uma parcela de R$ 70,00 mais um cheque no mesmo valor para 30 dias). As inscrições estão abertas e podem ser feitas por e-mail: cidadepoema@cidadepoema.com mailto:oucasaverde@casaverde.art.br


Poesia falada
Oficina de Lúcia Santos

Local: Espaço Cultural da Casa dos Bancários (SindBancários - Rua General Câmara, 424)
Datas: 02, 03 e 04 de maio
Horários: 14h30 às 17h30
Valor da inscrição: R$ 130,00
Número de vagas: 15
As inscrições estão abertas e podem ser feitas por e-mail: cidadepoema@cidadepoema.com ou casaverde@casaverde.art.br





Lúcia Santos
Maranhense, nasceu na cidade de Arari, em 1964, e publicou três livros de poesia: Quase Azul Quanto Blue (1992), Batom Vermelho (1998) e Uma Gueixa pra Bashô (2006). Participou de algumas coletâneas, como Mulheres Emergentes (BH), Circuito de Poesia Maranhense, Afluências (RS) e Ekos (RS). Ao lado de atores, músicos ou poetas, roteirizou e apresentou vários recitais performáticos, como: Batom Vermelho, Cordel Technicolor, Eros&Escrachos, Dentro da Palavra, Cochichos de Bruxas, Ménage à Trois, Papas na Língua, Nu Frontal com Tarja e Companhia Ausente. O trabalho com poesia falada veio após cursar teatro em São Luís, em 1990. Como letrista, tem parcerias com Dudu Caribé, Kléber Albuquerque, Cássio Gava, Kana do Brasil, Nosly, Rubens Kurin e Zeca Baleiro, entre outros. Participou de festivais de música em São Luís, Belo Horizonte e São Paulo. Em 2009 teve uma parceria sua com Baleiro – Febre – gravada pela cantora Margareth Menezes. Nesse mesmo ano foi tema de duas monografias do Curso de Letras da Faculdade Atenas Maranhense: A Imagem e a Palavra na Poética de Lúcia Santos e Erotismo na Obra Batom Vermelho de Lúcia Santos. Reside em São Luís.

Nenhum comentário:

Postar um comentário